Curso superior em Tecnologia em Segurança Pública prorroga inscrições até sexta, 23 de julho

Curso superior em Tecnologia em Segurança Pública prorroga inscrições até sexta, 23 de julho

20 de julho de 2021 0 By adminiesp

São ofertadas 200 vagas para a categoria de praça em atividade nas corporações da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Pará

As inscrições para o curso superior “Tecnologia em Segurança Pública”, ofertado pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), por meio do Instituto de Ensino de Segurança Pública (Iesp), foram prorrogadas e seguem até o dia 23 de julho de 2021. A graduação busca qualificar e capacitar os agentes da segurança pública, voltada para a categoria de praça em atividade nas corporações da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar.

Neste primeiro momento, estão sendo ofertadas 200 vagas, que serão divididas para o ingresso de 100 alunos no segundo semestre deste ano e mais 100 no primeiro semestre de 2022, totalizando, 1.720 horas/aulas em cada turma, de acordo com as orientações do Ministério da Educação (MEC). A inscrição é gratuita e está sendo realizada de forma on-line, por meio do preenchimento de dados e anexos de documentos, no site do IESP.

REQUISITOS 

Entre os requisitos, é necessário que o candidato seja da categoria “praça” e esteja em atividade na Polícia Militar ou no Corpo de Bombeiros Militar, com o Ensino Médio completo ou equivalente. As vagas serão preenchidas por meio de um processo seletivo, que se dará pela avaliação de um texto dissertativo argumentativo.

A declaração de tempo de serviço deverá ser expedida e assinada pelo diretor de pessoal  da PMPA ou do CBMPA para o ato de matrícula do candidato e não mais sendo necessário apresentar no ato de inscrição. 

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Pará, Ualame Machado, ressalta que a concretização do curso reflete a valorização profissional. “Estamos dando mais um passo, essa era uma demanda antiga e agora nós estamos colocando em ação, conforme havíamos nos planejado. Esse curso terá validade como curso superior para que os praças possam ter o direito de concluir uma formação superior e galgar outras funções dentro da sua corporação, além de pleitear novos concursos”, afirma o secretário de Segurança Pública do Estado, Ualame Machado”.  

O coronel Antônio Bentes, diretor do IESP, explica que o curso será realizado de forma remota, em uma plataforma on-line, e as provas realizadas em polos. “Como as avaliações serão presenciais estaremos adotando alguns polos no período de provas, para que o agente possa identificar o local mais próximo e se deslocar até a unidade para realizar a sua avaliação durante o curso, que será de dois anos podendo ser executado em até três anos, ou seja, indo de quatro a seis semestres para a conclusão”, pontua o diretor do IESP. 

O curso poderá, futuramente, ser expandido, para os servidores do Departamento de Trânsito, Polícia Civil e Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), pois existe um procedimento específico em tramitação para que seja possível contemplar essas categorias, e desta forma, ampliar a opotunidade de maior qualificação de mais servidores.

 

Por Aline Saavedra (SEGUP)